em Perguntas frequentes

InfertilidadeQuando pensar em tratamento para infertilidade conjugal?

 

A recomendação é:  após 12 meses tentando engravidar, sem métodos anticoncepcionais, sem sucesso,  que seja iniciado o processo de investigação para infertilidade. Se a mulher tiver mais do que 35 anos, o prazo pode ser menor: 6 meses. Algumas autoridades no assunto recomendam que após os 30 anos, inicie-se a investigação após 6 meses de tentativas frustradas.

 

Como é a primeira consulta?

 

O médico que trata infertilidade conjugal, procura diagnosticar situações muito específicas.

 

Durante uma conversa, fará um histórico, no qual irá verificar há quanto tempo o casal tenta engravidar, se já engravidaram alguma vez, pesquisará sobre algumas possíveis doenças que podem interferir na fertilidade (caxumba, infecções genitais, endometriose, ovários policísticos).

 

Hábitos de vida serão investigados (alimentação, fumo, álcool, drogas, esteróides anabolizantes).

 

Os ciclos menstruais da mulher, se são regulares ou não, a intensidade, duração,  acompanhados ou não por dores fortes (cólicas).

 

A  pesquisa básica geralmente inclui:

 

  • Avaliação do homem:
    • Análise seminal
  • Avaliação da mulher
    • Ovulação – Testes hormonais (exames de sangue)
    • Avaliar se as trompas de Falópio estão saudáveis e permitem a passagem e encontro dos gametas (espermatozóide e óvulo). Então, se houver algum histórico que possa sugerir que as trompas não estejam pérvias, o médico pode sugerir a realização de exames (histerossalpingografia, videolaparoscopia).

 

A infertilidade dificilmente é resolvida sem tratamento, e na maioria das vezes piora com o tempo.

Se você se preocupa com a sua fertilidade, está tendo dificuldades para engravidar, procure um médico especialista na área para orientações.

Se acha que estas informações podem ajudar alguém, curta e compartilhe.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

dicas infertilidadePGD